Finanças

O valor do tempo nos investimentos

0 minutos de leitura

07/12/22

Procrastinar, do latim procrastinatus, significa “transferir para outro dia, adiar, delongar, demorar, espaçar”. A procrastinação pode ser inimiga da rotina para quem não consegue fugir dela. Adiar tarefas atrapalha a produtividade, principalmente quando precisamos tirar o máximo de proveito do tempo que temos disponível. Quando procrastinar via um hábito, acaba interferindo na saúde financeira também.

Quando falamos sobre investimento, a procrastinação deve ser considerada um sinal de alerta – afinal, embora existam riscos ligados ao ato de investir, adiar a decisão de poupar é ainda mais arriscado. De forma geral, o cérebro humano “se rende” à procrastinação porque tem preferência pelas recompensas imediatas. Isso torna mais difícil focar em objetivos que trarão vantagens à longo prazo, e ao invés de poupar o dinheiro para o futuro, optamos por gastá-lo com coisas que dão satisfação imediata.

Deixar para pensar nos seus investimentos às vésperas da realização dos seus objetivos, sejam eles de médio ou longo prazo, não é a forma ideal de planejar seu futuro. Quando você começa a criar sua carteira de investimentos, nota que no início os rendimentos são baixos, mas com o tempo eles se tornam a tendência é que se tornem cada vez maiores. Além do efeito dos juros compostos sobre o valor investido, quanto antes você começa a investir, mais experiente fica. Entender as vantagens e desvantagens de cada tipo de investimento abre espaço para escolhas melhores e para identificar seu perfil de investidor.

Também é importante lembrar que não adianta investir apenas esporadicamente. Tenha metas claras e definidas para cada valor que você investe, pois isso o ajudará a lembrar do motivo de estar poupando. Quando poupar for uma das suas prioridades, as coisas fluirão automaticamente.

Se você ainda tem dúvidas de que tempo é dinheiro, uma dica é fazer uma simulação de investimentos. Faça um comparativo entre investir o mesmo valor mensal em um período de 5 anos, e um período de 20 anos, e verá a grande diferença. Lembre-se: nunca é cedo demais para começar a pensar no futuro!