Entenda o que são planos de previdência complementar e a importância de ter um

Entenda o que são planos de previdência complementar e a importância de ter um

A previdência complementar, também chamada de previdência privada, é um tipo de investimento em que um trabalhador realiza aportes mês a mês, com o objetivo de complementar os benefícios oferecidos pelo regime geral de previdência social (INSS).

Por ser uma escolha facultativa e de investimento de longo prazo, muitas pessoas deixam a previdência complementar no fim de suas listas de prioridades, confiando seus futuros somente ao INSS, que é instável, tem passado por alterações de regras, e tem limitações.

Veja: hoje o teto do INSS é R$7.087,22. Isso quer dizer que independentemente do salário que um trabalhador esteja recebendo, este é o valor máximo que poderá receber ao se aposentar. A ideia da previdência complementar é justamente criar uma reserva que permita o recebimento de um valor maior em sua aposentadoria, sem depender exclusivamente do INSS.

Nas modalidades PGBL (planos abertos) ou CD – Contribuição Definida (planos fechados) da previdência complementar, tudo que é investido é seu! Você constrói um patrimônio e depois pode retirar o saldo e todo o rendimento proporcionado pelos juros compostos ao longo dos anos. Isso significa que se trata de um investimento de longo prazo, que opera no regime de capitalização – quando o beneficiário recebe aquilo que poupou. Este tipo de recebimento é diferente do INSS, já que o que hoje pagamos à Previdência Social não garante a nossa aposentadoria, e sim daqueles que já estão aposentados.

Atualmente, no mercado brasileiro existem dois tipos de plano de previdência complementar: abertos e fechados.

  1. Os planos abertos são comercializados por instituições financeiras como bancos e seguradoras e podem ser adquiridos por qualquer pessoa. A previdência aberta precisa seguir as regras estabelecidas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão do Ministério da Economia responsável pela fiscalização do segmento.
  • Já os planos fechados, conhecidos também como fundos de pensão, são criados por empresas ou outras entidades, exclusivamente para atender seus funcionários ou associados. Geralmente, esta opção é oferecida por uma empresa aos seus funcionários como um benefício, assim como vale-refeição e alimentação. O órgão responsável pela fiscalização, nesse caso, é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), também ligada ao Ministério da Economia.

Para analisar e escolher que tipo de plano faz mais sentido para você, é importante responder às seguintes perguntas:

  • Por quanto tempo quero investir?
  • Quais são os valores de taxas?
  • Por quanto tempo quero receber?
  • De que maneira pretendo investir (mensalmente ou aplicações esporádicas)?
  • A empresa em que trabalho oferece uma previdência complementar exclusiva para funcionários?

Veja outras vantagens de investir em previdência:

  • Facilidades para a sucessão: Não é preciso fazer um inventário para destinar os recursos da previdência aos herdeiros após a morte;
  • Possibilidade de recebimento de contrapartida: no caso da previdência complementar fechada, ou seja, aquela oferecida por empresas aos seus funcionários, ainda há a possibilidade de receber uma contrapartida da empresa, o que faz com que o seu patrimônio cresça ainda mais rápido.
  • Imposto de Renda menor: Os valores destinados à previdência podem ser deduzidos do cálculo do Imposto de Renda até 12% da renda bruta tributável anual do titular.

A propósito, também fica aqui um ponto de atenção a ser observado: as taxas agregadas! Em alguns tipos de previdência complementar como em instituições financeiras ou seguradoras, podem existir taxas de carregamento e/ou de saída de recursos, o que pode atrapalhar a rentabilidade.

Fique atento e faça sua melhor escolha. Lembre-se que quanto antes iniciar seu planejamento para o futuro, melhor.

Referências:

https://www.infomoney.com.br/guias/planos-de-previdencia-privada/

https://www.onze.com.br/blog/previdencia-complementar-o-que-e-e-por-que-ter-uma/



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Em breve seus familiares também poderão ter o plano de previdência com a gente!

Novo plano instituído ELOS está quase saindo do forno. Esta nova modalidade de produto foi aprovada pelo nosso Conselho Deliberativo e seguirá para aprovação final do órgão regulador 

Veja mais
Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

O estudo foi concluído e apresentado na última reunião do Conselho Deliberativo. Agora deve seguir para as instâncias de aprovação da patrocinadora.

Veja mais
Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

O desempenho das carteiras apresentou melhora em julho, principalmente em decorrência das rentabilidades dos segmentos de renda variável e investimento no exterior.

Veja mais
Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Com avaliações positivas dos participantes em relação ao nosso atendimento, time de especialistas e estrutura de governança

Veja mais