Você sabe fazer um orçamento doméstico?

Você sabe fazer um orçamento doméstico?

Todos os meses é a mesma coisa. As contas chegam. Sejam elas de consumo, boletos da escola dos filhos ou do cartão de crédito, elas chegam! Seja do modo tradicional, via Correios, ou programadas em débito automático – pontualmente, as contas chegam. E se houver alguma eventualidade, como o período de férias ou problemas de saúde, é aí que elas chegam mesmo! E levam com elas, na maioria das vezes, todos os recebimentos e os planos de economizar para o futuro.

Você já parou para pensar se as contas e despesas da sua família estão condizentes com o seu orçamento mensal? Está conseguindo colocar os seus projetos em prática, desfrutar de momentos de lazer ou conquistar a tão desejada estabilidade financeira?

Vale lembrar que a situação do Brasil neste pós-pandemia ainda não está das melhores, com a inflação de 12 meses acumulada passando dos 10%, segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que tem afetado radicalmente o bolso da população. Além disso, algumas pesquisam explicitam a cultura de consumo dos brasileiros, a exemplo de uma recente realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), provando que os brasileiros gostam de consumir, já que o Brasil está entre os países com maior número de endividados do mundo! Esses dados são alarmantes e apontam que mais de 70% das famílias estão endividadas.

Mas existe um outro fator determinante que influencia bem mais na questão econômica das famílias brasileiras, de acordo com os especialistas em educação financeira  – https://elos.org.br/o-que-e-educacao-financeira/, que é fazer uma boa gestão dos gastos, com o simples hábito de planejar o orçamentário doméstico.

Em um primeiro momento, pode até parecer complicado organizar todas as contas e gastos, além de somar despesas diárias como: supermercado, feira, delivery etc, e colocar tudo no papel, mas certamente é bem mais fácil do que parece, além de ser uma atitude extremamente eficiente para cortar supérfluos e estabelecer metas.

Organizar o orçamento poder ser prático, fácil e eficiente!

  • Faça uma lista com todos os gastos:

Reúna todas as contas de consumo, faturas, boletos, aluguéis, prestações, mensalidades, entre outras despesas de toda a família (de preferência) e coloque no papel. Separe cada uma delas por categoria e o valor do mês atual e dos próximos, até o final do ano.

 Não esqueça de incluir gastos com alimentação, transporte, gasolina etc.

  • Saiba o que está pagando

Com tantas opções de streamings, aplicativos, planos de celular, internet residencial, entre outros serviços de fácil assinatura, pode até ficar difícil saber no fim do mês o que você está pagando e utilizando.

Além disso, para quem tem contrato de empréstimos ou financiamentos também é importante ter em mente a quantia que já foi paga, o que ainda falta e como estão as taxas de juros. Até mesmo se elas são abusivas.

  • Coloque tudo em planilhas ou em uma agenda:

Existem muitas opções de ferramentas disponíveis para o controle do orçamento doméstico: planners, agendas, aplicativos, além das planilhas já prontas na internet. Ou você ainda pode criar o seu próprio método de fazer a gestão das suas contas. Use a criatividade!

  • Inclua os parcelamentos:

Na hora de listar os débitos não esqueça de incluir os parcelamentos, sejam eles com valores baixos ou altos, com ou sem juros e a quantidade que ainda falta pagar. Colocar no papel pode ainda evitar você fazer outras compras por impulso antes de quitar o que deve. Essa dica é muito importante!

  • Tenha uma rotina para preencher a planilha:

A maioria das pessoas fica super empolgada em organizar as contas, principalmente no início do ano, mas com inúmeras tarefas no dia a dia, com o tempo, esquece de preencher a planilha, agenda ou o aplicativo.

Para que você não desista dessa tarefa, estabeleça uma hora do dia ou dia da semana para isso. E lembre-se, ter comprometimento é essencial para atingir o sucesso!

  • Anote os pequenos gastos:

Sabe aquele cafezinho que você toma todos dos dias na padaria?

Então, ele precisa ser inserido na planilha de orçamento doméstico.

E também os gastos com o passeio ou viagem do fim de semana, consertos do carro, presentes fora de época, entre outras pequenas despesas diárias.

Tenha um bloquinho sempre à mão para isso e depois passe tudo para a planilha.

  • Tenha uma meta

Quer quitar uma dívida, trocar de carro ou só ter um dinheiro sobrando para investir?

Saiba que o orçamento doméstico pode ser o seu melhor amigo nesta hora.

Afinal, ter consciência de quanto ganha e o que gasta é um grande passo para reduzir as compras por impulso, cortar os gastos desnecessários e investir nos seus sonhos.

Comece já a se organizar. O seu futuro agradece!

Continue acompanhando o nosso blog. Semanalmente você conta com um conteúdo repleto de dicas sobre educação financeira.

Referências:

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/08/inflacao-no-brasil-esta-entre-as-mais-altas-do-mundo.shtml



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Abrimos leilão para venda de três imóveis

A venda destes imóveis faz parte do nosso plano de desinvestimento imobiliário

Veja mais
Horários de atendimento em dias de jogos do Brasil

Horários de atendimento em dias de jogos do Brasil

Fique atento aos horários de atendimento diferenciados em dias de jogos do Brasil nas oitavas de final da Copa 2022!

Veja mais
Plano CD – Prazo para alteração de percentual termina final de dezembro

Plano CD – Prazo para alteração de percentual termina final de dezembro

O novo percentual solicitado passa a valer a partir de janeiro de 2023.

Veja mais