Finanças

Você sabe a diferença entre ouvir e escutar?

0 minutos de leitura

25/11/20

As discussões, brigas e a intolerância têm aumentado muito nestes meses de pandemia. A polaridade política e as divergências sobre a própria pandemia e as medidas de prevenção tem gerado conflitos dentro da família e do círculo de amigos. O que está acontecendo? No momento em que mais precisamos nos unir, dar carinho e apoio, estamos brigando e alimentando o sentimento de raiva. A chave para frearmos essa onda de intolerância é o diálogo. Mas ele só funciona se soubermos a diferença entre ouvir e escutar.

Ouvir é um processo mecânico referente ao sentido da audição, é além de sua vontade, a não ser que tape os ouvidos. Já escutar é uma ação que depende da sua vontade em prestar atenção, tentar entender o que está sendo dito, refletir, e, depois de assimilado o conteúdo, concordar ou não. O que não devemos fazer é enquanto o outro está falando, já estarmos mais preocupados em elaborar a nossa argumentação para discordar, sem nem ao menos termos escutado. É a famosa expressão: entrou por um ouvido e saiu pelo outro.

Não somos obrigados a concordar com o que nos é dito, mas por respeito devemos avaliar e levar em consideração a argumentação do outro. Não existem somente dois lados, um certo e um errado, é muito mais complexo do que essa polarização que nos emburrece. Pense nisso e escute as opiniões diferentes da sua. Aprenda e evolua com elas, agregando seus familiares e amigos, ao invés de afastá-los.

Mais tolerância e empatia!!

Autor: Vivian Beltrame Awad
             Jornalista e assessora de comunicação