Finanças

Novembro Azul: deixe os tabus de lado e faça o seu exame

0 minutos de leitura

09/11/22

O Novembro Azul é uma campanha de conscientização e detecção precoce do câncer de próstata, criada para relembrar a importância dos exames preventivos e aumentar as chances de cura da doença, nos casos de diagnóstico positivo. 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são esperados mais de 65 mil casos até o fim deste ano e no Brasil, somente em 2021 morreram 44 homens por dia vítimas do câncer de próstata. Por isso, viemos te mostrar as causas, tratamento e prevenção dessa doença.

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

Cercado de tabus e muito preconceito, a ausência do exame da próstata é a causa do número elevado de vítimas fatais. Isso porque a doença é silenciosa e não apresenta sintomas na fase inicial. Partindo deste princípio, os sinais físicos do câncer só aparecem quando o tumor já está em um estágio muito avançado. São eles:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Disfunção erétil;
  • Vontade de urinar com mais frequência;
  • Presença de sangue na urina ou no sêmen.

Como prevenir o câncer de próstata?

A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga e faz parte do sistema reprodutor masculino. Dada a sua localização, a única forma de descartar ou confirmar a presença do tumor é através do exame de toque retal realizado pelo urologista, além do exame antígeno prostático específico (PSA), que é solicitado de forma complementar para definir o tratamento.

Os exames preventivos são indicados para todos os homens acima dos 45 anos que tenham histórico anterior na família ou acima dos 50 para quem nunca teve familiares com câncer de próstata.

Nos casos de diagnóstico positivo, o tratamento varia de acordo com cada paciente e nível da doença, que variam entre ter apenas o acompanhamento médico ou em casos mais graves, sessões de radioterapia ou procedimentos cirúrgicos.

É importante lembrar que o exame de próstata não diminui a virilidade do homem e dada a gravidade do câncer, é preciso priorizar a saúde física e emocional através de consultas regulares ao urologista, uma dieta rica em nutrientes e sessões de terapia para a quebra de possíveis paradigmas ou padrões impostos pela sociedade.