Finanças

Dia do Aposentado: conheça os ganhadores da campanha!

Publicado em 24/01/23

O Dia do Aposentado, celebrado no dia 24 de janeiro, é o marco de uma importante conquista dos trabalhadores brasileiros, quando foi instituída a primeira norma brasileira destinada à previdência social, a Lei Eloy Chaves, em 24 de janeiro de 1923.

Valorizando a sabedoria daqueles que trabalharam por tantos anos e se dedicaram para construir uma vida próspera, selecionamos os dez melhores conselhos sobre finanças, economia, investimentos – e sobre a vida – dados pelos nossos participantes. Queremos agradecer a todos que nos enviaram seus depoimentos e histórias para incentivar a educação financeira das próximas gerações!

Confira esses conselhos e histórias sobre uma caminhada de muita sabedoria!

João Fulop

“Controlar as finanças é algo desafiador e que requer muita disciplina. Assim que me casei passei por vários “apertos” financeiros, por inexperiência para tal. Como diz o ditado: é com os erros que se aprende, e eu aprendi a controlar minhas finanças através dos erros do passado. A partir daí, até hoje tenho conseguido fechar o mês no “verde”. “Aprenda com os erros”, essa seria minha frase motivacional.”

Laura Maria

“Comecei a trabalhar com 18 anos e no começo tive uma situação financeira muito difícil, mas hoje tenho uma boa situação financeira. Então eu aconselho quem está começando que crie o hábito de poupar, não gastar com coisas supérfluas, investir em você, estudando para melhorar seu salário. É preciso muita determinação e empenho para garantir o sucesso na sua carreira e garantir boas condições financeiras para sua aposentadoria.”

Dolizete Zucco

“Com minha experiência de vida aprendi, que nós somos o nosso melhor investimento, afinal nunca é tarde para crescermos, conquistarmos sonhos e termos objetivos na vida. Segundo Abraham Maslow na pirâmide das hierarquias das necessidades, busco a realização pessoal, que traz moralidade, criatividade, espontaneidade, solução de problemas, ausência de preconceito e aceitação dos fatos. Com esse pensamento, me aposentei em 15/12/2017 e no início de fevereiro de 2018 ingressei na faculdade de psicologia, onde acabo de me formar.”

Luiz Carlos

“Em 01 de outubro de 1986, com 20 anos de idade, sem nada saber sobre finanças, investimento e passar longe do tema aposentadoria, fui previdente sem saber. Afinal, nesse dia, assinei meu contrato de trabalho, sendo efetivado no quadro funcional da então Eletrosul e, junto aos documentos, um Termo de Adesão ao Plano de Previdência da Fundação Elos. Hoje, quase 37 anos após, sem dúvida, meu melhor investimento. O investimento da vida para a merecida vida pós labuta.”

Adilson Antunes

“Olhar para o passado é como ver várias fotos em cada etapa da minha vida. Hoje, olhando para esse álbum, diria que somos vencedores. Sempre fizemos o que é mais simples em nossa vida financeira. Nunca demos um passo maior que nossas pernas. Economizar e investir foram as regras. Começamos poupando e depois fomos investindo. Temos consciência e controle dos nossos gastos. Antes de comprar qualquer coisa refletirmos: será que precisamos disso agora? Se alguém me pedir um conselho hoje eu diria: evite dívidas e busque conhecimentos.”

Dinovaldo Gilioli

“Iria continuar (1) lendo e escrevendo livros, (2), namorando a minha esposa e (3) iria aprender a tocar um instrumento musical. Item um foi realizado, item dois minha esposa infelizmente faleceu, item três não realizado ainda. Então economize o que puder, mas não abra a mão de curtir a vida agora. Não espere pra quando se aposentar!”

Silas de Souza

“1 – Viva o dia de hoje como se fosse único;
2 – Não se preocupe com que outros pensam;
3 – Não precisa dar mais satisfação, faça o que gosta;
4 – Se puder faça uma boa caminhada, na nossa idade não precisamos nos preocupar com a barriga, ela até que é charmosa!”

Sulemar Farias Veiga

“Sempre fui pessoa que gostava muito de ajudar os colegas, se eu passava e tivesse algum colega precisando de ajuda, não tinha preguiça. Se via alguma coisa que poderia ocasionar em um acidente, ajudava sempre. Tive um bom relacionamento com meus colegas e com minha chefe, tenho o maior respeito por todos. Agradeço por ter feito parte de tudo isso!”

Pravinchandra Ratilal Shah

“Sou natural de Uganda, Eng. Elétrico formado em 1967, Universidade de Londres, com diploma revalidado pela PUC-Rio. Vim para o Brasil a convite do governo da época, este mês comemoro 50 anos da chegada. Investimentos de maior retorno é a educação para nossos filhos e netos. Meu primeiro investimento foi no imóvel em construção no Rio. Nos anos 2000 aplicava em Tesouro Direto e ações que eu mesmo administrava via BB Investimento. Os R$15mi em ações Vale ON, oferta do governo para pessoa física em 2003, rendeu dez vezes em + de 3 anos. Mas tomaria muito cuidado em investir em imóvel, fui “mordido” feio (vale uma pesquisa profunda). Sou portador de uma doença chamada ELA e me comunico via movimentação dos olhos. Gratidão pela vida!”

João Humberto

“Perdi minha mãe quando tinha apenas 9 anos, com mais 4 irmãos, meu pai trabalhava 7 dias por semana e o dinheiro nunca dava. Eu pequeno trabalhava para vender pastel, picolé, gibis e jornal paguei o Senai de ajustador mecânico e fui estagiar na Massey Ferguson. […] Fui sócio fundador da fundação CEEE, agora tenho mais de 30 especializações com pessoas de todo o mundo, tenho um patrimônio e salário muito bom pois tive oportunidades e me esforcei além de pensar sempre no futuro com INSS e pagando o teto para ter uma boa aposentadoria sem desperdício em luxo, e uso grande parte do que ganho para construir oportunidades para quem precisa.”