Conheça os principais impactos do aumento da taxa Selic

Conheça os principais impactos do aumento da taxa Selic

Para quem não sabe, a taxa Selic é a taxa básica de juros da economia, referência para o cálculo da maioria dos juros no mercado. Quando a taxa aumenta, as modalidades de crédito ficam mais caras. No entanto, quando diminui, as despesas dos bancos e das financeiras ficam menores, o que possibilita uma oferta de crédito mais barata ao mercado, ampliando o acesso aos consumidores finais.

Este ano, a Selic acumula uma alta constante com sucessivos aumentos (já são 12º seguidos), atingindo 13,75%, o maior índice em 5 anos. Como a inflação do País está alta, essa costuma ser o principal motivo de elevação da Selic, pois o Banco Central do Brasil a utiliza a também como forma de controlar a inflação. No entanto, a taxa de juros real (antes de descontar a inflação) é bem inferior pois a inflação já registra, no acumulado dos últimos 12 meses, mais 10% ao ano.

Com o último aumento da Selic, temos a soma 9,75% de alta, o encargo começou a elevar há pouco mais de um ano, desde março de 2021. Em consequência, a poupança está mais defasada com distância de rentabilidade em torno de 6% referente a Selic, pagando entre 7% e 8%. Na prática, isso significa que se você investir R$ 10 mil na poupança, em um ano terá R$ 10.800. Já se aplicar o mesmo valor no título Tesouro Selic, terá em torno de R$ 11.375 (em valor bruto, ou seja, sem descontar os impostos).

Com a alta da Selic pedir empréstimo para Bancos, ou empresas financeiras se tornou mais caro e não tem como lutar contra. Para te emprestar dinheiro essas entidades se baseiam no mercado financeiro. Este cenário afeta a população de maneira geral e as empresas. O aumento dos juros não incentiva tomada de empréstimos para realizar investimentos. Também prejudicam as finanças públicas, já que os países também tomam empréstimos ao emitir títulos de dívida.

A alternativa é buscar rendimentos acima da inflação tanto no mercado como em títulos do governo federal (o chamado Tesouro direto), que possuem retornos mais próximos ou até acima da Selic.

Autor: Programa de Educação Financeira e Previdenciária – A Escolha Certa



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Em breve seus familiares também poderão ter o plano de previdência com a gente!

Novo plano instituído ELOS está quase saindo do forno. Esta nova modalidade de produto foi aprovada pelo nosso Conselho Deliberativo e seguirá para aprovação final do órgão regulador 

Veja mais
Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

O estudo foi concluído e apresentado na última reunião do Conselho Deliberativo. Agora deve seguir para as instâncias de aprovação da patrocinadora.

Veja mais
Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

O desempenho das carteiras apresentou melhora em julho, principalmente em decorrência das rentabilidades dos segmentos de renda variável e investimento no exterior.

Veja mais
Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Com avaliações positivas dos participantes em relação ao nosso atendimento, time de especialistas e estrutura de governança

Veja mais