A importância da educação financeira para jovens

A importância da educação financeira para jovens

Cerca de 47% dos jovens  brasileiros entre 18 a 25 anos não fazem o controle de seus gastos. Resultado: de acordo com o SPC são 8,6 milhões de jovens inadimplentes no país.

Por lei, a disciplina de educação financeira é obrigatória na rede básica de ensino, mas atualmente essa matéria não faz parte da grade curricular na maioria das escolas. Os jovens precisam receber, em casa ou na escola, ensinamentos de como planejar melhor seu consumo e seu futuro de forma cautelosa e responsável. A educação financeira tem como objetivo auxiliar as pessoas na gestão das suas finanças e planejamento de longo prazo, além de alertar situações de fraude e o incentivo ao consumo consciente.

As pessoas com certo grau de educação financeira têm menos probabilidade de cair em armadilhas de consumo, utilizam de forma responsável o cartão de crédito e assumem menos dívidas. Confira algumas dicas de planejamento financeiro:

No Brasil, cerca de 47% dos jovens entre 18 a 25 anos não fazem o controle de seus gastos: de acordo com a SPC são 8,6 milhões de jovens inadimplentes no país, isso é reflexo de um gasto excessivo e espelho da nossa falta de cultura em relação ao ensino sobre finanças. A melhor forma de sair da inadimplência é fazer um acordo com as empresas que cobram os juros mais altos, como cartão de crédito, cheque especial e financiamentos. Negocie com o banco e procure reduzir o valor dos juros, faça um planejamento e comece a pagar as contas dentro da sua realidade financeira.

Como transformar seu dinheiro em investimento: estudar o tipo de investimento que você quer começar a investir é o primeiro passo. Realize cursos e participe de fóruns para lhe ajudar a conhecer o mundo do mercado de investimentos e seus termos científicos. Após isso, trace a sua estratégia, medindo os riscos, prazos e retornos esperados. Existem diversos perfis de investidores no mercado, é importante entender em qual você se encaixa e quais riscos pode correr momento de vida atual.

Reserva financeira: Faça um orçamento detalhado dos seus gastos mensais, de modo que nele constem as despesas fixas, como contas, e variáveis, como transporte e lazer. Reserve um dinheiro que pode ser aplicado em algum investimento de baixo risco e que possa ser retirado a qualquer momento. Essa medidade é chamada de reserva de emergência, e como o próprio nome já diz, deve ser usado em momentos inesperados, como perda de emprego, problema de saúde ou algum outro imprevisto que você precise de recursos rapidamente.

Nunca é tarde para se reeducar e criar novos hábitos, porém quanto mais cedo começar seu planejamento, melhor será seu desempenho no futuro e sua formação de patrimônio.



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Participe da Campanha Dia do Aposentado ELOS!

Siga as nossas redes sociais através do link e concorra a 10 presentes! Saiba mais!

Veja mais
Você já conhece o nosso Código de Ética?

Você já conhece o nosso Código de Ética?

Podemos entender que a Ética é o que nos conduz nas escolhas de como nos relacionamos com as pessoas, do nosso modo de agir e até mesmo determina o nosso caráter

Veja mais
Realizamos nosso primeiro aporte em um fundo de investimento no exterior

Realizamos nosso primeiro aporte em um fundo de investimento no exterior

Essa é uma estratégia de alocação que já vem sendo planejada há vários meses e que foi recomendada pelo nosso Comitê de Investimentos e aprovada pelo Conselho Deliberativo

Veja mais
Datas e prazos do fim de ano ELOS

Datas e prazos do fim de ano ELOS

Fique atento ao nosso horário especial de atendimento e aos últimos prazos de 2021

Veja mais