Finanças

Pix – Pagamento Instantâneo

0 minutos de leitura

24/01/22

O Pix é um meio de pagamento instantâneo e gratuito criado em 2020 pelo banco central

Certamente você já usou o Pix, forma de pagamento que se popularizou no último ano e foi criada em novembro de 2020 pelo banco central com o intuito de competir diretamente com o TED e DOC, que possuem um certo atraso para no recebimento, e por isso, não são creditados logo após a transação na conta do destinatário.

Um dado muito interessante é que o Pix teve mais de 82 milhões de chaves registradas na primeira semana de operação e hoje já ultrapassou a marca de 300 milhões de chaves registradas segundo a Nubank.

Mas você sabe o que é chave Pix e para o que ela serve?

A chave Pix é um dado que permite a identificação e o envio de dinheiro para alguém, ela substitui diretamente o uso informações como agência ou conta, que é preciso para realizar a transferência via TED. Ela serve para criar uma experiência segura durante a transação de envio ou recebimento de dinheiro, não sendo necessário informar todos os dados pessoais, apenas a chave vinculada à conta.

As chaves Pix podem ser registradas através do CPF, número de telefone e e-mail, e conta ainda com a possiblidade de geração de uma chave aleatória, que se trata de uma combinação de letras e números, que pode ser utilizada caso a pessoa não queira usar os seus dados pessoais. É importante lembrar que as chaves podem ser registradas apenas em uma instituição financeira por vez utilizando os mesmos dados, ou seja, não é possível cadastrar o mesmo CPF, número de telefone ou e-mail em instituições financeiras diferentes. 

A segurança da transação via Pix se dá por meio da criptografia e camadas de autenticação. Com o objetivo de aumentar ainda mais a segurança do meio de pagamento o Banco Central implementou recentemente um limite noturnode R$ 1.000,00 para transferências, entre as 20h e as 6h, com a possiblidade de alteração por parte do usuário.

Confira abaixo algumas dicas para se proteger de possíveis golpes usando o Pix:

Limite diário: é recomendado criar um limite diário seguro para as transações, isso pode evitar possíveis fraudes

Links: nunca clique em links desconhecidos, principalmente se na descrição contiver algo relacionado ao Pix, esse tipo de golpe é recorrente, e já fez várias vítimas

Transações: nunca realize uma transação fora dos canais oficiais do seu banco, e atenção a páginas criadas por golpistas, fique atento a erros de ortografia e endereços de e-mail sem a url oficial do site em questão

Por fim, é importante se atentar ao compartilhamento dos dados pessoais, e lembre-se: quando alguém faz uma transferência por Pix para sua conta, a pessoa tem acesso ao seu nome completo e 6 dos 11 dígitos do seu CPF, desta forma, todo cuidado é pouco, até na hora de fazer uma transferência.

https://fdr.com.br/2021/11/07/cuidado-com-o-pix-dicas-importantes-para-evitar-cair-nos-novos-golpes/

https://blog.nubank.com.br/chave-pix-cuidados-ao-compartilhar/