Receita Federal publica Instrução Normativa para correção de casos de bitributação de contribuições à previdência complementar

A Receita Federal do Brasil reconheceu, através da Instrução Normativa RFB nº 1.343 (D.O.U de 08.04.2013), como indevido o pagamento de imposto de renda sobre a complementação de aposentadoria, referente aos valores das contribuições à previdência complementar do período de 1989 a 1995 efetuados exclusivamente pelos participantes (aposentados). Este reconhecimento, no entanto, ficou limitado apenas às pessoas que se aposentaram a partir de 1º de janeiro de 2008 que ainda não tenham ação judicial em curso versando sobre a matéria ou que venham a desistir expressamente da ação judicial proposta. Este reconhecimento NÃO É APLICÁVEL AOS PENSIONISTAS, independente do período de recebimento, bem como se possuem ou não ação judicial em curso.

 

 

De acordo com a instrução da Receita Federal, dependendo o ano de aposentadoria, o procedimento a ser realizado é diferente. 

 

 

Participantes aposentados de 1º de janeiro de 2008 até 31 de dezembro de 2012
Para este grupo, a Fundação ELOS encaminhará até o final de julho de 2013 um comprovante relativo ao saldo das contribuições realizadas no período de 1989 a 1995, atualizado até 31 de dezembro do ano da aposentadoria. Com essas informações em mãos, os aposentados que se enquadram nesses requisitos deverão realizar a retificação da Declaração de Ajuste Anual (DAA) do ano de início da aposentadoria complementar ELOS, deduzindo o valor das contribuições dos rendimentos tributáveis declarados. Este procedimento deve ser REALIZADO PELO PRÓPRIO APOSENTADO JUNTO A RECEITA FEDERAL DO BRASIL, sendo que todas as dúvidas acerca dos procedimentos devem ser ESCLARECIDAS PELA PRÓPRIA RECEITA FEDERAL DO BRASIL de seu domicílio. É importante ressaltar que mesmo os aposentados que possuem ação tramitando da Justiça, receberão da ELOS as informações das contribuições realizadas no período.

 

 

Aposentados a partir de 1º de janeiro de 2013
No caso destes aposentados, a ELOS deverá fazer o abatimento dos valores das contribuições à previdência complementar do período de 1989 a 1995 efetuados exclusivamente pelos aposentados, DIRETAMENTE NA FOLHA DE PAGAMENTO DO BENEFÍCIO COMPLEMENTAR, cuja expectativa é de início na folha do mês de junho de 2013, mês a mês até seu esgotamento, atualizados monetariamente conforme disposto na  IN RFB nº 1.343/13. Ao final do ano de 2013, a ELOS encaminhará comprovante de rendimento anual aos aposentados, contendo como rendimentos isentos e não tributáveis os montantes relativos à dedução na base de cálculo do imposto de renda, para que realizem a Declaração de Ajuste Anual (DAA), NÃO SENDO, portanto, necessária qualquer retificação por parte do aposentado.

 



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Reajuste de benefícios do Plano Único BD CGTEE

Veja a tabela com o índice de reajuste que será aplicado neste mês, janeiro/2022. O reajuste cheio é de 10,16%, referente ao INPC acumulado de janeiro a dezembro/2021 – conforme previsto no regulamento do plano

Veja mais
Confira os ganhadores da Campanha Dia do Aposentado ELOS!

Confira os ganhadores da Campanha Dia do Aposentado ELOS!

Gostaríamos de agradecer a todos que participaram da Campanha Dia do Aposentado ELOS, confira a lista dos 10 participantes que foram sorteados

Veja mais
Alteração na forma de cobrança das despesas administrativas dos Planos BD Eletrosul e BD CGTEE

Alteração na forma de cobrança das despesas administrativas dos Planos BD Eletrosul e BD CGTEE

A partir de janeiro/22, a cobrança das despesas administrativas desses planos será feita por meio da taxa de administração deduzida diretamente da rentabilidade dos Planos

Veja mais
Você já conhece o nosso Código de Ética?

Você já conhece o nosso Código de Ética?

Podemos entender que a Ética é o que nos conduz nas escolhas de como nos relacionamos com as pessoas, do nosso modo de agir e até mesmo determina o nosso caráter

Veja mais