INSS – Segurado tem prazo de 60 dias para sacar o benefício

Os benefícios que não forem sacados até 60 dias após a data marcada para o seu pagamento serão devolvidos pelo banco ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O beneficiário não perde direito a ele, mas é preciso se dirigir à Agência da Previdência Social (APS) que mantém o benefício, para reativar o depósito.

 

A medida foi criada para evitar o pagamento indevido e qualquer tentativa de fraude, como, por exemplo, o saque do benefício de segurado já falecido.

 

Pela norma de segurança, a instituição bancária devolve o valor ao INSS. O instituto, por sua vez, bloqueia o pagamento até que o beneficiário vá até a APS responsável pelo seu benefício, para regularizar o pagamento.

 

Para fazer o desbloqueio do cartão na APS, o segurado deve apresentar documento de identificação com foto, como carteira de identidade ou carteira de motorista. Na folha julho, encerrada na sexta-feira (5), 12.121 benefícios estavam suspensos porque os beneficiários não sacaram no prazo de 60 dias.

 

Segurança – O segurado que recebe o benefício com cartão magnético deve ficar atento às normas de segurança. O cartão é seguro, facilita o saque do benefício, mas requer atenção. Em hipótese alguma, o beneficiário deve fornecer a senha para terceiros. Assim como nos cartões da rede bancária, a senha não deve ter sequências previsíveis, tais como data de nascimento, número de telefone ou dígitos ligados diretamente ao portador.

 

O INSS recomenda que, em caso de dúvida no momento do saque no terminal de autoatendimento, o segurado procure um funcionário do banco e nunca peça ajuda de pessoas estranhas à instituição bancária.

 

Fonte: redação da Previdência Social



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Em breve seus familiares também poderão ter o plano de previdência com a gente!

Novo plano instituído ELOS está quase saindo do forno. Esta nova modalidade de produto foi aprovada pelo nosso Conselho Deliberativo e seguirá para aprovação final do órgão regulador 

Veja mais
Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

O estudo foi concluído e apresentado na última reunião do Conselho Deliberativo. Agora deve seguir para as instâncias de aprovação da patrocinadora.

Veja mais
Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

O desempenho das carteiras apresentou melhora em julho, principalmente em decorrência das rentabilidades dos segmentos de renda variável e investimento no exterior.

Veja mais
Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Com avaliações positivas dos participantes em relação ao nosso atendimento, time de especialistas e estrutura de governança

Veja mais