Ajustes na proposta de alteração do regulamento do Plano BD-ELOS/Eletrosul são aprovados pelo Conselho Deliberativo

Foi aprovada na última reunião do Conselho Deliberativo da ELOS, dia 13 de agosto, a proposta de alteração do regulamento do Plano BD-ELOS /Eletrosul que contempla as recomendações feitas pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais- SEST e da Patrocinadora Eletrosul.

 

O processo de alteração do regulamento deste plano iniciou em maio de 2018, quando o Conselho Deliberativo aprovou a primeira proposta e enviou em seguida para apreciação da Patrocinadora e esta encaminhou à SEST. Este órgão posicionou-se, por meio da Nota Técnica nº 3007/2019-MP, favorável a proposta desde que observados alguns ajustes solicitados. Veja abaixo os principais pontos alterados nesta última versão da proposta:

 

– Alteração do texto do Parágrafo 2º do Artigo 15 para destacar que a revisão de benefício somente será possível com o aporte da diferença de Reserva Matemática: 
Nenhuma prestação de caráter previdenciário será criada, majorada ou estendida no plano sem que, em contrapartida, seja estabelecida a respectiva receita de cobertura.

 

– Inclusão do Parágrafo 3º do Artigo 15 para atender à legislação vigente:
Os benefícios serão pagos até o 5º dia útil do mês subsequente à sua competência ou deferimento da sua concessão pela Fundação.

 

Artigo 40– A Secretaria entendeu que ao invés de substituir o termo prescrição por decadência, teria maior segurança jurídica deixar os dois. Dessa forma, o texto fica como está hoje e acrescenta-se:
Parágrafo Único – É de 5 (cinco) anos o prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação para a revisão do ato de concessão dos benefícios, a contar do primeiro dia do mês seguinte ao deferimento ou indeferimento do pedido administrativo.

 

Exclusão integral do artigo 73 para adequar o regulamento à paridade contributiva a que se refere o Art. 202, § 3º da Constituição Federal:
Artigo 73 – O disposto no Artigo anterior não se aplica aos Participantes filiados ao PLANO, que se tornaram Assistidos antes de 15/12/2000, sendo a Patrocinadora ELETROSUL responsável pela parcela do déficit que caberia a estes Participantes.

 

Exclusão do item E do Artigo 60, que trata da despesa administrativa referente aos assistidos que entraram em benefício antes de 15/12/2000, pelo mesmo motivo da exclusão do artigo 73. De acordo com a legislação vigente, deve haver paridade contributiva entre patrocinadora e participante (ativo ou assistido). A redação atual prevê que para os assistidos que entraram em benefício antes de 15/12/2000, a patrocinadora pagaria toda a despesa administrativa.


Inclusão do Artigo 76 que abre a possibilidade de contratação de seguro para transferência dos riscos:
A Fundação poderá contratar seguro específico com sociedade seguradora autorizada a funcionar no Brasil, a fim de dar cobertura aos riscos decorrentes de invalidez, morte, sobrevivência e desvios das hipóteses biométricas, nos termos da legislação vigente.

 

 Além dos itens citados, clique aqui e leia o documento que traz todas as alterações que devem ser feitas no regulamento deste plano.

 

A proposta de alteração deve seguir novamente para apreciação da Patrocinadora Eletrosul. Vale ressaltar que as mudanças passam valer somente após aprovação da Previc e publicação no Diário Oficial da União.

 

 



Fique por dentro do que acontece na ELOS

Em breve seus familiares também poderão ter o plano de previdência com a gente!

Novo plano instituído ELOS está quase saindo do forno. Esta nova modalidade de produto foi aprovada pelo nosso Conselho Deliberativo e seguirá para aprovação final do órgão regulador 

Veja mais
Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

Processo de migração dos planos CGT Eletrosul está nas etapas de aprovação

O estudo foi concluído e apresentado na última reunião do Conselho Deliberativo. Agora deve seguir para as instâncias de aprovação da patrocinadora.

Veja mais
Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

Acompanhe a rentabilidade do seu Plano

O desempenho das carteiras apresentou melhora em julho, principalmente em decorrência das rentabilidades dos segmentos de renda variável e investimento no exterior.

Veja mais
Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Completamos um ano de gestão do Plano Único BD CGTEE

Com avaliações positivas dos participantes em relação ao nosso atendimento, time de especialistas e estrutura de governança

Veja mais