fbpx
Saúde e Bem Estar

Depressão sazonal: o que é e por que ela surge em períodos frios?

Publicado em 03/06/24

Mudanças de estação podem influenciar nosso comportamento da mesma forma que influenciam a temperatura. O inverno traz consigo não apenas o frio, mas também dificuldades específicas para nossa saúde mental e física.

Dias mais curtos, temperaturas baixas e menos exposição à luz solar podem contribuir para o isolamento social, o que resulta em falta de vontade de sair da cama, de trabalhar, de interagir ou de se divertir. Esse comportamento pode ser explicado clinicamente, e é chamado de depressão sazonal.

Também conhecido como transtorno afetivo sazonal ou depressão do inverno, trata-se de uma desordem comportamental relacionada principalmente com a diminuição das horas da luz do dia. Em poucas palavras, este transtorno é um tipo de depressão que está diretamente associada à mudança das estações do ano.

Embora a depressão sazonal seja mais comum nos períodos de outono e no inverno, devido à menor luz solar, essas alterações comportamentais relacionadas com as estações também podem se apresentar em outras, pois acredita-se que este transtorno esteja intimamente relacionado com a exposição solar e com o efeito direto da luz na produção de serotonina e melatonina. Ou seja, se mesmo durante a primavera ou verão não houver exposição suficiente, os mesmos sintomas podem ser percebidos.

Nos Estados Unidos, a depressão sazonal afeta cerca de 11 milhões de pessoas, e outros 25 milhões sofrem alterações comportamentais mais leves, conhecidas em inglês como os winter blues.

Os sintomas da depressão sazonal são semelhantes a outras formas de depressão, podendo afetar apenas ligeiramente o humor e capacidade de realizar atividades, ou ter um efeito mais incapacitante, deixando a pessoa com muita dificuldade em sair da cama e fazer rotineiras, além de gerar sentimentos de tristeza, ansiedade, falta de apetite, dificuldade de concentração, irritabilidade, alterações nos padrões do sono, sensação de vazio e perda de interesse em atividades sociais.

O diagnóstico da depressão sazonal não é simples, na medida em que pode ser confundida com outras formas de depressão ou outros transtornos de saúde mental que possuam os mesmos sintomas. No entanto, existem algumas soluções que podem ajudar a combater esses sentimentos relacionados com a mudança das estações como:

  • Fazer alguma atividade ao ar livre, seja caminhar, praticar exercícios ou qualquer outra ação que leve a sair de casa;
  • Estar mais exposto a luz solar;
  • Ter uma alimentação saudável e balanceada;
  • Ter uma vida social ativa na medida do possível e de acordo com os seus interesses.

O tratamento para a depressão sazonal inclui mudanças na rotina e no estilo de vida – as mesmas que ajudam a preveni-la. Além do básico, reunimos algumas estratégias que podem ser adotadas para ajudar a melhorar estado de espírito e manter saúde mental como um todo.

Mantenha um registro emocional

Reconhecer, aceitar e identificar um estado mais introspectivo ou melancólico pode ser o primeiro passo para o bem-estar e entender se há alterações em determinados períodos do ano. Manter um diário onde você registra sua vida e estado de espírito pode ajudar a identificar padrões e gatilhos emocionais e, por consequência, promover uma maior compreensão de si mesmo.

Rotina de autocuidado

Estabeleça e mantenha uma rotina que inclua atividades que cuidem do corpo e da mente, como exercícios leves, leitura ou meditação. A ideia é fazer um esforço para sair ao ar livre durante o dia, mesmo que brevemente, para absorver a luz natural e combater os efeitos da falta de luz solar.

Conexões sociais

Organizar e participar de eventos, sejam eles presenciais ou online, de acordo com seus interesses ajudam a manter a interação social e por consequência. A solidão e a falta de contato social durante longos períodos é um agravante da depressão, seja ela sazonal ou não.

Tenha hobbies

Engajar-se em atividades que você considera prazerosa, ou explorar novos hobbies que você sempre teve vontade de experimentar, tais como artesanato, culinária ou música, pode te ajudar a diminuir o sentimento de isolamento e aumentar a sensação de propósito.

Adotar essas estratégias pode transformar um período potencialmente difícil em uma oportunidade para crescimento pessoal e fortalecimento das conexões sociais. Cuidar de si mesmo e da sua saúde mental não precisa ser um desafio, mas sim uma forma de bem-estar e desenvolvimento pessoal.

Pular para o conteúdo