Plano BD-Elos/Engie


Plano BD ou Plano de Benefício Definido têm como principal característica a solidariedade entre seus participantes.

Todos os participantes do plano contribuem para um mesmo fundo. Trata-se de uma poupança previdenciária coletiva.

Como o próprio nome já diz, neste tipo de plano é previamente definido o valor da renda mensal de benefício de aposentadoria, visando manter o mais próximo possível o padrão de renda que o participante tinha enquanto estava na ativa.

Ou seja, o participante sabe o valor de seu benefício futuro, que visa complementar o benefício de aposentadoria  recebido pela Previdência Social (INSS) tendo como base a renda os últimos salários da carreira do participante.

Com base nisto, é calculada a contribuição mensal do participante necessária para custear o seu benefício futuro. Nesta modalidade, o participante não pode escolher o quanto vai contribuir, o valor é definido para se atingir o benefício futuro de complementação da aposentadoria do INSS.

  • Constribuições

    Nos planos de Benefício Definido, Patrocinadora e Participantes contribuem mensalmente para um fundo mútuo, de todos.  É como se o dinheiro fosse depositado em um grande cofre.

    PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

    • O valor da contribuição do participante é calculado para custear o valor do benefício de aposentadoria que tem como foco os últimos salários da carreira do participante.
    • As contribuições são calculadas com base no Salário Real de Contribuição do Participante de forma fixa, não podendo ser alteradas.
    • A patrocinadora contribui com igual valor à contribuição feita pelo participante.
    • A rentabilidade obtida nas aplicações e investimentos realizados são depositados neste fundo, portanto, são do plano.
    • Mesmo após a aposentadoria, o participante e a patrocinadora continuam contribuindo para o plano.

    O participante que estiver recebendo Complementação de Aposentadoria pagará as seguintes contribuições ao Plano, inclusive sobre o abono anual (correspondente ao décimo terceiro salário):

    • Contribuição normal mensal
    • Jóia de inscrição de dependente beneficiário (quando for o caso).

    O dependente beneficiário que estiver recebendo Complementação de Pensão ou Auxílio Reclusão, somente pagará, quando for o caso, a jóia de inscrição de dependente beneficiário.

    TABELAS DE CONTRIBUIÇÃO

    Tabela Plano BD-ELOS/ENGIE *

    e aposentados Plano BD-ELOS/ELETROSUL até 14/12/2000

    Salário Real de Contribuição (R$)    Alíquota     Dedução  
    até 2.259,441,80%0,00
    de 2.259,45 até 4.518,884,60%63,26
    de  4.518,89 até 13.556,639,00%262,09
    acima de  13.556,6411,50%601,01
    Piso mínimo de benefícios: R$ 757,43

    *Tabelas vigentes a partir de 01/jun/2020.

    URE – Unidade de Referência ELOS: R$ 4.518,88, a partir de 01/06/2020 (variação INPC de jun/2019 a mai/2020)
    Auxílio Funeral por morte de dependente: R$ 1.129,72 (25% de 1 URE-BD)

    CONTRIBUIÇÃO NORMAL

    A contribuição normal do participante que recebe o benefício de aposentadoria é calculada sobre o valor da renda mensal de benefício de aposentadoria.

    JÓIA

    É o valor atuarialmente calculado, tendo como base os fatores idade, remuneração e tempo de vinculação à Previdência Social, e, quando for o caso, composição de dependentes, podendo ter as seguintes naturezas:

    • Jóia de inscrição de Participante: a ser regularizada por ocasião de inscrição como Participante do Plano BD-ELOS/ELETROSUL
    • Jóia de inscrição de Beneficiários: a ser regularizada por ocasião de inscrição de beneficiário por participante assistido.

    O pagamento do valor da jóia de inscrição como participante deverá ser feito em percentual sobre o Salário Real de Contribuição (SRC), aplicado mensalmente até a data do início do benefício de complementação.

  • Benefícios

    O plano de Benefício Definido é complementar ao benefício pago pela Previdência Social, onde procura manter, o mais próximo possível, o padrão de rendimentos do participante na aposentadoria  enquanto estava na ativa.

    VALOR DO BENEFÍCIO

    • O valor do benefício é calculado pela diferença entre a média aritmética simples dos 36 últimos Salários  Reais de Contribuição (SRC) e dos 36 últimos Salários de Contribuição ao INSS (SB-INSS), sendo estes últimos limitados a Unidade de Referência ELOS – BD (URE-BD).
    • Lembrando que o benefício atribuído ao INSS é calculado hipoteticamente na ELOS, aplicando as mesmas regras utilizadas pela Previdência Social antes da introdução do Fator Previdenciário.

    Por que o cálculo do valor de benefício pago pela Previdência Social é feito de maneira hipotética?

    A opção de manter o valor de benefício pago pelo INSS calculado pelo método utilizado antes da introdução do Fator Previdenciário possibilitou a manutenção da estabilidade do Plano de Benefício Definido e, ao mesmo tempo, não acarretou em aumento de percentual de contribuição a ser realizada pelos participantes.

    BENEFÍCIO VITALÍCIO

    • No Plano BD o benefício é vitalício. Ou seja, o assistido terá direito ao Benefício de Complementação de Aposentadoria até o seu falecimento; deixando para seus dependentes reconhecidos pela Previdência Social o Benefício de Complementação de Pensão.

    PARA  VOCÊ

    Respeitada as devidas carências determinadas no Regulamento do plano, o participante poderá solicitar aposentaria:

    • Por Tempo de Serviço/Contribuição;
    • Por Idade;
    • Por Invalidez
    • Especial

    PARA  SEUS BENEFICIÁRIOS

    Em caso de morte ou reclusão em regime fechado do participante, a ELOS estará ao lado de sua família, pois seus planos de Benefício Definido  ofertam os seguintes benefícios:

    • Complementação de Pensão
    • Benefício de Auxílio Reclusão

    PARA  VOCÊ E PARA SUA FAMÍLIA

    Tanto o participante quanto seus dependentes terão ainda direito a:

    • Auxílio Funeral por morte de beneficiário

    O Auxílio Funeral será devido ao participante pelo falecimento de seu dependente beneficiário. Consiste num valor de pagamento único, correspondente a 25% do valor de uma URE-BD.

    • Abono Anual  – correspondente ao 13° salário

    O Abono Anual consiste num valor a ser pago correspondente a 1/12 do valor do benefício de complementação relativo ao mês de dezembro do mesmo ano, por mês de recebimento do benefício de complementação ao longo do respectivo exercício.

    PENSÃO POR MORTE

    Quando o falecimento do participante ou do assistido, aos dependentes beneficiários habilitados como pensionistas pela Previdência Social será garantido o Benefício de Complementação de Pensão, conforme disposições do Regulamento do Plano.

    A Complementação de Pensão consiste na renda mensal correspondente a 50% da cota familiar mais 10% por dependente, até um limite máximo de 100%. É calculada sobre o valor da Complementação de Aposentadoria recebida pelo participante assistido, sobre o valor de uma Complementação de Aposentadoria por Invalidez devida na data do óbito no caso de Participante em atividade, ou sobre o valor da Complementação Proporcional de Aposentadoria decorrente do Benefício Proporcional Diferido.

    DIREITO AO BENEFÍCIO DE COMPLEMENTAÇÃO DE PENSÃO

    É considerado dependente beneficiário aquele indicado pelo participante e aceito pela Previdência Social para fins de direito ao recebimento da Pensão por Morte ou Auxílio Reclusão. Os dependentes beneficiários, definidos de acordo com o Artigo 16 do Decreto 3.048, de 06/05/1999, são :

    • O cônjuge,
    • A(o) companheira(o),
    • O filho não emancipado de qualquer condição, menor de vinte e um anos ou inválido.

    CARÊNCIAS

    Para ter direito ao Benefício de Complementação de Pensão, deverão ser observadas as seguintes carências:

    • Carência de 12 meses de contribuição para o plano;
    • A carência do item anterior poderá ser ampliada para 36 meses;
    • A carência não será exigida na ELOS quando também não for exigida pela Previdência Social.

    SOLICITAÇÃO DE PENSÃO

    O pagamento de Benefício de Complementação de Pensão será efetuado após a formalização do pedido à ELOS e à apresentação dos seguintes documentos:

    • Carta de Concessão / Memória de Cálculo – fornecido pela Previdência Social
    • Certidão PIS/PASEP/FGTS – fornecido pela Previdência Social

    DO VALOR DA COMPLEMENTAÇÃO DE PENSÃO

    A Complementação de Pensão consiste na renda mensal correspondente a 50% da cota familiar mais 10% por dependente, até um limite máximo de 100%, calculada sobre o valor da Complementação de Aposentadoria recebida pelo Participante Assistido, sobre o valor de uma Complementação de Aposentadoria por Invalidez devida na data do óbito no caso de Participante em atividade, ou sobre o valor da Complementação Proporcional de Aposentadoria decorrente do Benefício Proporcional Diferido.

    PAGAMENTO DE PENSÃO

    • O pagamento do Benefício de Complementação de Pensão terá como data de início a data do falecimento do participante ou assistido.
    • O pagamento do Beneficio de Complementação de Pensão cessará com a perda do último beneficiário do assistido falecido.
  • Equacionamento dos Déficits

    Criamos esta seção no site para explicar de forma transparente e didática a origem e os desdobramentos do resultado deficitário do seu Plano de Previdência Complementar. É importante ressaltar que este Plano já obteve resultados superavitários por muitos anos, e que os resultados negativos são reflexos, principalmente, do aumento na expectativa de vida dos participantes e do impacto das ações judiciais contra o plano. A legislação nos obriga a equacionar um percentual do resultado deficitário, como forma de preservar o patrimônio do plano e garantir o pagamento do benefício por toda a vida do participante e de seus beneficiários.

    O equacionamento dos déficits é a forma de deixar o plano sustentável.

    Entenda a situação, causas e forma de equacionamento de cada resultado deficitário registrado:

  • Regulamento

    Aprovado pela Portaria n° 679, de 11/jul/2018, publicada no DOU de 16/jul/2018
    Processo n° 44011.000743/2018-63 e Doc. SEI nº 0133458

    Última atualização vigente desde 16/jul/2018

    Clique aqui para ler o Regulamento deste Plano




Fique por dentro do que acontece na ELOS

Cadastro de Assinatura eletrônica em nosso Portal

Faça a sua! É rápido, fácil e seguro.

Veja mais
Conheça o primeiro participante do Plano ELOSPREV CGT Eletrosul

Conheça o primeiro participante do Plano ELOSPREV CGT Eletrosul

Willian Raposo de Medeiros, 34 anos, é o primeiro participante do Plano ELOSPREV CGT Eletrosul. Ele, que é técnico eletrotécnico na área de manutenção da Usina Térmica de...

Veja mais
Revisão Anual do Perfil de Investimento

Revisão Anual do Perfil de Investimento

Os participantes ativos e assistidos do Plano CD podem solicitar a troca de perfil durante o mês de maio. Você sabe como solicitar a alteração do seu perfil?

Veja mais
Suspensão do pagamento do seu empréstimo por três meses

Suspensão do pagamento do seu empréstimo por três meses

Em decorrência da pandemia, vamos oferecer novamente este ano a possibilidade de suspensão excepcional

Veja mais